segunda-feira, 16 de julho de 2012

"ELA"

 Eis meu primeiro post...
E para esse inicio, fazendo reverências à menina que fui e ainda sou...
Um poema escrito de quando tinha apenas 15 anos...

“ELA” (por Monique Martins)

Ela é indecisa, idealista, imediatista
Ela é socialista, humanista
Ela é contestadora, indignada
Ela é o blues e a tropicália
Ela é o grito histérico e o silêncio da língua cansada;
Ela é Janis Joplin com Vodka
Ela é Elis Regina com Vinho Branco
Ela é Chico Buarque com chocolate quente
Ela é Gaita arranhada, chorada
Ela é os opostos misturados, borbulhando tudo num copo só
Ela é atemporal
Ela é exagerada, é artista
Ela é a Alice...a esperança, o sonho
Ela vive na terra do nunca
Ela vive na terra do sempre
Ela tem mais de mil perguntas sem respostas
Ela quer atravessar as portas da percepção
Tudo isso para ela é pequeno...
Ela quer e precisa voar!!!
Ela só queria uma máquina do tempo
Para poder viver num tempo tão intenso quanto ela.

Tintas para pintar a cara...
Flores para botar no cabelo...
Bandeiras para levantar!
Ela queria ver todos juntos na rua

Ela queria mudar o mundo!
Ela queria, ela queria...ELA QUER!!!
Ela quer os ventos de um tempo que não volta mais...
Ela quer os intensos ventos que hoje já não sopram...
Ela tem saudades de tudo que ainda não viu!
E por isso ela grita...
GRITA
GRITA
GRITA, GRITA DENTRO DE MIM...!!!